Origens

Monte Alto é um município brasileiro localizado na Região Metropolitana de Ribeirão Preto (RMRP) no interior do estado de São Paulo. Está a 350 quilômetros da capital paulista. A altitude média da sede do município é de 735 metros. Sua população em 2010 era de 46.647 habitantes[3], o que a faz a 93ª maior cidade do interior do estado. Faz parte do grupo de municípios com IDH elevado, ocupando a 96ª posição no estado de São Paulo
Monte Alto conta com várias indústrias siderúrgicas, de peças automotivas e de motopeças, como a Cestari,[6] a Fundição Lanfredi,[7] a polmatec redutores, a Fundição BB Ltda,[8] a Quinelato Freios[9] e a Dia-Frag[10] além das indústrias de artefados de borracha, como a BMA[11] e a multinacional Hutchinson[12] e das indústrias alimentícias, como a Fugini[13] e a CEPÊRA.[14] Sua agricultura é caracterizada pela predominância da pequena propriedade rural e pela policultura, com destaque para a cebola, a manga, a goiaba e a cana-de-açúcar. É considerada a cidade-berço e a primeira cidade-sede dos Jogos Abertos do Interior, a maior competição esportiva amadora da América Latina.
O município é referência nacional em Paleontologia. Possui um museu que abriga centenas de fósseis de dinossauros e animais pré-históricos encontrados na região.

História

De onírica imagem a cidade real; assim fez-se Monte Alto. Do sonho de um morador de Jaboticabal que tudo havia perdido em um incêndio surgiu a Cidade Sonho. Porfírio Luís de Alcântara Pimentel era farmacêutico e cirurgião do imperador Dom Pedro II.
Um dia sonhou com um planalto extenso tomado por um cafezal. Vislumbrou também que ao planalto dominava um monte, no alto do qual havia uma igreja. E em busca desse lugar ele partiu com o filho Antônio e com amigos. Embrenhou-se por terras desconhecidas, até encontrar o planalto e o monte com os quais havia sonhado.
Venceu o monte e, ao chegar ao topo, teve a certeza de que sonhara mesmo com aquele lugar. Então exclamou aos que o acompanhavam: “Aqui se chamará Bom Jesus de Pirapora das Três Divisas de Monte Alto!”.
Adquiriu quatro alqueires para dar início à construção do povoado e, no dia 15 de maio de 1881, em louvor ao Senhor Bom Jesus, com a celebração de uma missa, fundava-se Monte Alto que, a partir de então, pertenceria a Jaboticabal.
Assim, graças ao forte desenvolvimento econômico baseado na cafeicultura, em 1895, apenas 14 anos após a fundação, Monte Alto tornava-se município, separando-se definitivamente de Jaboticabal.
A criação da Comarca de Monte Alto deu-se em 1928. Pertenceriam a ela, além de Monte Alto, mais três municípios: Pirangi, Paraíso e, posteriormente, Vista Alegre do Alto. O primeiro juiz foi Carlos Kiellander e o primeiro promotor público foi Maurílio Correa Giudece.

Geografia

Monte Alto foi construída exatamente sobre o divisor de águas entre a bacia hidrográfica do Mogi Guaçu e a bacia hidrográfica do Turvo-Grande. A altitude média é de 735m, entretanto, alguns pontos ultrapassam os 800m.
A população monte-altense, até o começo do século XX, era formada majoritariamente por portugueses e seus descendentes. Até mesmo o fundador de Monte Alto, Porfírio Luís de Alcântara Pimentel, era descendente de portugueses. Houve também a chegada de muitos nordestinos, descendentes de portugueses, cuja migração não se confunde com as grandes migrações nordestinas iniciadas sobretudo a partir da década de 1950.
A partir da década de 1920 começam a chegar os italianos e os alemães. Pouco depois chegam os japoneses. Assim, italianos, alemães e japoneses alterariam a composição da população e seriam discriminados pela então elite monte-altense, especialmente durante a Segunda Grande Guerra. Dedicar-se-iam principalmente à agricultura e posteriormente, pouco a pouco, à indústria.
Atualmente há em Monte Alto predomínio do setor secundário e do setor terciário da economia. Entretanto, o setor primário permanece como atividade importante, destacando-se a cultura da cebola e a produção de frutas para exportação. Monte Alto possui indústrias de grande porte que, juntamente com as indústrias de pequeno porte, conferem perfil industrial ao município, cuja população urbana ultrapassa os 93% da população total.